28 dez 2015 | O Dia do Cinematógrafo

Comemoração dos 120 anos do Cinema
Um dia em grande no Cineclube de Faro

No dia em que faz 120 anos sobre a data da 1.ª sessão pública paga (Irmãos Lumière, Paris), o Cineclube de Faro apresenta um dia de sessões em grande, recriando à noite, no início da sessão, essa 1.ª exibição cinematográfica da História e terminando com uma tertúlia.

Ficção de Autor enche o dia em que se questionará o que é ser espetador hoje, qual a magia do Cinema ou onde está o gosto, a felicidade e o consolo que os filmes trazem à nossa vida.

O Cineclube de Faro entra no fim do ano dos seus 59 anos de atividade, ininterrupta e vincada pela resistência, oferecendo a entrada aos sócios e a toda a Rede JCE (professores, alunos e pais, técnicos da Direção Regional da Educação) que há 18 anos acompanha o CCF.

Promovendo, também, uma feira dos livros, DVDs e posters de cinema.

Todos aqueles que estão cá no Algarve de férias serão muito bem-vindos!

Todos os outros, já conhecem o CCF e sabem da dedicação e do esforço de semanalmente fazer
chegar bom Cinema a Faro e não só, com o inestimável apoio de todos os sócios. São da casa!

Os fundos angariados reverterão para a aquisição de mobiliário para a sede.



Sessões de Cinema // Feira do Livro e do DVD // Posters de Cinema // Tertúlia
11h // 15h // 17h30 // 21h30 - IPDJ, Faro

Entrada Gratuita para sócios e para a Rede JCE
Sessão da manhã gratuita para público em geral
Bilhete por sessão: 3€
Bilhete do dia: 5€ 
11h 

SESSÃO GRATUITA PARA PÚBLICO EM GERAL

O GAROTO DE CHARLOT (THE KID), CHARLES CHAPLIN. 
EUA, 1921. 50'  
(M/6)

Charlot toma conta de uma criança abandonada, mas a sua relação fica em risco, quando a mãe tenta recuperar a criança.

15h 

CINEMA MÁGICO (ELECTRIC SHADOWS), JIANG XIAO. 
CHINA, 2004. 93' 
(M/12)

Da nova voz do cinema chinês e da nova vaga de jovens realizadoras de cinema, chega-nos um encantador e caloroso conto sobre um cinema de uma pequena cidade e a influência que este teve nas vidas de um rapaz e uma rapariga que cresceram com o grande ecrã... E anos mais tarde se voltaram a encontrar em Beijing, em circunstâncias fora do vulgar. Mao Dabing adora o cinema. Um dia despista-se com a sua moto, quando de súbito, uma rapariga pega num tijolo e o atinge na cabeça. O nome da rapariga é Ling Ling. Ling Ling dá a Dabing uma nota e algumas chaves. Por curiosidade, ele aceita e vai a casa de Ling, onde descobre um cinema em ponto pequeno, sendo também ela uma ávida fã de cinema. É a partir daqui que toda história se começa a desenrolar...



17h30 

A ÚLTIMA SESSÃO (THE LAST PICTURE SHOW), PETER BOGDANOVICH. 
EUA, 1971. 118'  
(M/12)

Numa pequena cidade do Texas, na década de 50, um grupo de jovens enfrenta a passagem da adolescência à maturidade, marcados por uma sociedade reprimida, em mudança e onde o cinema e tudo que ele representa morre nas mãos do poder da televisão.


21h30 

REPOSIÇÃO DA 1.ª SESSÃO DA HISTÓRIA DO CINEMA – LUMIÈRE


A ROSA PÚRPURA DO CAIRO (THE PURPLE ROSE OF CAIRO), 

WOODY ALLEN. EUA,1985. 84' 

(M/12)


Cecília é empregada de mesa em New Jersey durante a Depressão e procura um escape da sua estafada vida. Tom Baxter é um garboso jovem arqueólogo no filme "A Rosa Púrpura do Cairo". Depois de perder o seu emprego, Cecilia vai ver o filme na esperança de levantar os ânimos. Para sua surpresa, Tom Baxter sai do ecrã e entra na sua vida. Só há um problema - Tom não é real. Entretanto Hollywood está em alvoroço quando se descobre que outros Tom Baxter estão a tentar abandonar o ecrã em outras salas em que o está em exibição. Irá Tom alguma vez voltar para o ecrã e acabar o filme ou decidirá ficar no mundo real com a mulher que ama?

TERTÚLIA NO ESPAÇO DO BAR DO IPDJ









Sem comentários: