animação

Espaço cinéfilo criado em abril de 2016 reservado ao melhor da animação de autor. 
São longas metragens em versão portuguesa para a delícia dos amantes deste género cinematográfico, para os enjoados dos grandes estúdios norte americanos, para os miúdos, para a família... para todos!
Uma vez por mês, ao fim da manhã de domingo (11h) no IPDJ a matiné de cinema com a mais recente animação falada em português!

BILHETES
4€ Público Adulto // 3€ Infantojuvenil  // 1€ Filhos e/ou netos dos sócios (infantojuvenil) // 1€ Sócios

___________________________





26 NOV



A MINHA VIDA DE COURGETTE,
Claude Barras. FR: 2016. 66'

Um menino abandona a sua aldeia para procurar o seu pai, descobrindo um mundo dominado por seres estranhos e fantásticos. Uma animação extraordinária, com várias técnicas artísticas (lápis de cor, giz de cera, colagem e aguarela), que retrata as questões do mundo moderno através do olhar de uma criança.






CRÍTICA
Bonequinhos muito humanos
Distinguido com muitos prémios internacionais, "A Minha Vida de Courgette" é, no domínio da animação, uma das mais notáveis proezas dos últimos anos — a técnica usada envolve figurinhas filmadas pelo processo de "stop motion".
care é uma criança que vive com a mãe alcoólica uma existência infeliz. Quase sempre sozinho no seu quarto, tem como passatempo a criação de construções com as latas de cerveja que a mãe consome em grande quantidade — ela chama-lhe "Courgette" e ele gosta disso. Um dia, de forma acidental, Icare provoca a morte da mãe, acabando por ser colocado numa instituição para órfãos...
Poderia ser a sinopse de um drama pungente, servido por interpretações em que sentimos a pele e o sangue das personagens. E é-o, num certo sentido, com uma pequena e sugestiva diferença: "A Minha Vida de Courgette" é um filme com bonequinhos animados (pela técnica stop motion), consagrado internacionalmente com muitas distinções, incluindo a de melhor longa-metragem de animação nos Prémios de Cinema Europeu — nos Oscars, nessa mesma categoria, esteve entre os nomeados mas não ganhou.
Filme perceptível apenas pelos adultos? Solução de compromisso entre a visão dos mais velhos e as sensibilidades dos mais novos? Em boa verdade, não creio que seja muito interessante "rotular" um objecto tão original a partir de especulações sobre o "seu" público — estamos, afinal, perante uma narrativa com elementos susceptíveis de mobilizar a atenção de qualquer espectador, de qualquer faixa etária.
Realizado pelo suíço Claude Barras, "A Minha Vida de Courgette" distingue-se pelo rigor das suas composições — nomeadamente no tratamento de gestos e olhares —, mas também pela precisão da sua narrativa. Confirma-se, aliás, uma velha máxima desta área de produção: independentemente das técnicas utilizadas, o trabalho de argumento é vital para a criação de um ambiente capaz de mobilizar o nosso olhar. Por isso, aqueles bonequinhos de movimentos sincopados são maravilhosamente humanos.
João Lopes, rtp.pt/cinemax









8 OUT

O MENINO E O MUNDO
Alê Abreu. BR:2014. 80'. M/6




Um filme [...] criado segundo técnicas de animação tradicionais (lápis de cor, cera, colagens ou pintura de aguarela), que é uma reflexão sobre a crise económica e a desigualdade social vista através dos olhos de uma criança pequena. Apesar de ter diálogos em português, as gravações foram invertidas (técnica de "backmasking"), de forma a tornar as falas incompreensíveis. A realização é do brasileiro Alê Abreu que, com este filme, se viu nomeado para um Óscar da Academia, na categoria de Melhor Filme de Animação.
Público 





próxima temporada [out - dez 2017]





27 MAIO

AZUR E ASMAR
Michel Ocelot. FR:2006. 99'

FICHA TÉCNICA
realização: Michel Ocelot
argumento: Michel Ocelot

música: Gabriel Yared
montagem:Michèle Péju
origem: França
ano: 2006
duração: 99'
classificação etária: M/4

FESTIVAIS E PRÉMIOS
2007 | Munich Film Festival - Prémio do público infantil

NOMEAÇÕES
2007 | Festival Internacional de Cinema de Animação Annency - melhor longa metragem
2007 | Prémios Cesar - melhor música para filme
2008 | Prémios Goya - melhor filme de animação


SINOPSE
Azur e Asmar foram criado pela mesma mulher, Jenane, uma ama-de-leite. Azur é louro, de olhos azuis e filho de um nobre, enquanto Asmar é filho de Jenane e tem olhos e cabelos pretos. Os dois rapazes cresceram juntos como se fossem irmãos, até ao dia em que Jenane partiu com o filho. Já adulto, Azur, ainda fascinado com as histórias sobre a lendária Fada dos Djins que a ama lhe contava, decide partir à sua procura acompanhado pelo andarilho Crapoux. Na viagem por terras onde viveu em criança, Azur acaba por reencontra Asmar, que também está em busca da fada. Agora como rivais, os dois irão viver aventuras cheias de perigos e feitiços por terras mágicas onde apenas um alcançará o tão desejado objectivo...

IMDb





29 ABRIL

A CASA DA MAGIA

Jeremy Degruson e Ben Stassen. BE/FR: 2014. 82'





FICHA TÉCNICA
Título Original: The House of Magic
Realizador: Jeremy Degruson, Ben Stassen
Argumento: James Flynn, Dominic Paris, Ben Stassen
Origem: Bélgica/França
Ano: 2014 (estreia em Portugal)
Duração: 82’
Classificação etária: M/6

SINOPSE
Trovão, um pequeno gatinho que foi abandonado pela sua família, refugia-se numa misteriosa mansão onde vive um excêntrico mágico reformado, Lorenzo, e o seu divertido grupo de animais e autómatos, com poderes surpreendentes, que lhe fazem companhia. No seguimento de um acidente de bicicleta, o mágico é hospitalizado, e o seu ambicioso sobrinho, aproveita-se da situação para tentar vender a mansão, sem o seu consentimento. É então que o Trovão tem uma ideia fantástica: transformar a mansão numa casa assombrada! Com a ajuda dos seus amigos, ele vai organizar a resistência, para tentar evitar que a mansão seja vendida. Conseguirá o arrojado Trovão, juntamente com os seus novos amigos, evitar este odioso plano?

TRAILER   //   IMDb




Sem comentários: