Obrigado Manoel de Oliveira

Pelo seu exemplo de criatividade.

Pelo seu génio indiscutível.

Pela sua força indesmentível.

Pela sua perseverança sem par.

Pela sua erudição e cultura.

Pela sua sensibilidade tocante.

Pelo seu estilo único.

Pelo seu amor à palavra, à imagem, ao som, à música: ao cinema.
.

Obrigado, Manoel de Oliveira, por ter estado na nossa vida desde a 1ª sessão.

Por nela ter estado presente ao longo de quase 52 anos - e os mais que hão-de vir.

Faltavam exibir, na nossa história, duas longas-metragens que realizou – a distinção do Doutoramento Honoris Causa pela Universidade do Algarve, que em boa hora acolheu essa nossa sugestão saída da Assembleia Geral de Sócios em Janeiro de 2007, e que se irá concretizar no próximo dia 15 de Janeiro, além de nos encher de honra e orgulho, foi o melhor pretexto para finalmente mostrar ao público algarvio essas suas duas obras maiores.

O seu nome, a sua obra, o seu esplendor fizeram-nos crescer como cinéfilos e como seres humanos desde o dia 6 de Abril de 1956. Até hoje. E até sempre.

Bem haja, Manoel de Oliveira.

A Direcção do Cineclube de Faro


Doutoramento Honoris Causa a Manoel de Oliveira pela Universidade do Algarve

Dia 15 de Janeiro, 15h30, Grande Auditório de Gambelas

Exposição bibliográfica e documental sobre Manoel Oliveira - espólio do Cineclube de Faro - no átrio do Grande Auditório de Gambelas

No final da cerimónia o CCF entregará uma gravura dedicada a Manoel de Oliveira da autoria do artista Afonso Rocha, como testemunho de admiração e reconhecimento a este insigne realizador.

2 comentários:

Anónimo disse...

O anúncio da cerimónia está na página da UAlg: http://www.ualg.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=27596&Itemid=77&lang=pt
Ana Soares

Rf disse...

e que bonito que foi....