Listas de filmes

A propósito do comentário do F. umas mensagens abaixo (obrigada!), lembrei-me de como podem ser importantes essas listas. Reparem: se servirem apenas para "trocar cromos", para dizer "já vi este, tenho este, queria ter este", não se vai muito mais longe. Qualquer lista é, claro, muito discutível. Porém, num espaço como o de um blogue de um Cineclube, as listas podem ser mesmo muito úteis. Se a sua discussão levar a que o Cineclube saiba de filmes que ainda não constam da sua filmoteca (em digital ou em fita), servirá para sabermos quais poderão ser adquiridos (assim haja dinheirito...). É que, quantos mais filmes estiverem disponíveis na dita filmoteca, mais hipóteses têm os nossos sócios (e a comunidade em geral) de os ver e de repensar as sempre pessoalíssimas listas. Ou não? Para já, relembro que na página web do CCF se encontra uma base de dados de filmes em DVD e em VHS, pesquisável por realizador, título original ou em português, ano de exibição e origem.

3 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado pelo agradecimento (passe o pleonasmo:-P).

A lista em causa é-me particularmente agradável (e eu não sou um incondicional adepto de listas) mas esta recupera filmes que são "muito aqui de casa" (como o Burden Of Dreams do Blank, o Brazil do Gilliam ou esse incontornável Female Trouble do Waters, entre outros) e que infelizmente não são de se verem fácilmente numa sala de cinema, mesmo de cineclube. De alguma maneira fica aqui explícita a vontade de possivelmente o CCF dedicar algumas sessões a filmes que não são muito conhecidos e que não atraiem muito publico mesmo aquele mais cinéfilo.

Já agora muita atenção a um novo espaço que foi inaugurado bem recentemente em Lisboa, a Fábrica Braço de Prata, que marca não só o regresso das livrarias/editoras Ler Devagar e Eterno Retorno, como as mesmas vem acrescidas, neste novo espaço, de mais e melhor oferta cultural como exposições de artes plásticas e uma programação de cinema excelente (em breve com a melhor loja de cinema de Portugal e arredores, a Cinecittà).

A conferir aqui: http://www.bracodeprata.org/

Abraço.

F.

Ana Soares disse...

Maravilha! Mais um agradecimento, por esta informação.

paradoxon disse...

Também não sou adepto das listas , pois parecem-me como se referem , a uma troca de cromos.
no entanto deixo aqui alguns titulos que tenho na minha videoteca pessoal para vossa apreciação.
Metropolis, de fritz lang
o nascimento de uma nação, de d.w.griffith
nanook o esquimó, de robert flaherty
o homem da câmara de filmar, dziga vertov
nosferatu, de f.w. murnau
entre outros. estou disponivel para se o cineclube entender poder ceder os filmes para futuras sessões.
no que diz respeito á loja mencionada a cine citta, conheço perfeitamente inclusive já adquiri alguns objectos na loja, e é realmente deste género de lojas que se pode divulgar a cultura muito em particular o cinema.
um abraço
hernâni